Skip to main content

Estudo revela que jardins zoológicos e aquários melhoram compreensão da biodiversidade animal

Eric JensenOs jardins zoológicos e aquários do mundo têm um papel crucial a desempenhar em ajudar as pessoas a compreender como podem proteger animais e os seus habitats naturais, releva um novo estudo da Universidade de Warwick, Associação Mundial de Jardim Zoológicos e Aquários (WAZA) e o Jardim Zoológico de Chester.

Dr Eric Jensen, do Departamento de Sociologia de Warwick, diz que é são os indícios mais fortes e persuasivos até hoje de que estas atracções têm uma influência real. Mais de 700 milhões de pessoas visitam jardins zoológicos e aquários todos os anos.

Este estudo foi recentemente publicado na revista Conservation Biology, sendo o maior estudo deste tipo alguma vez desenvolvido, envolvendo respostas de 5,661 pessoas em 26 jardins zoológicos e aquários, em 19 diferentes países.

Dr Jensen, que é um expert internacionalmente reconhecido da interacção pública com animais selvagens, explicou: “Jardins zoológicos e aquários estão numa posição única para contribuir para o objectivo de aumentar a compreensão da sociedade da conversação de biodiversidade. De facto, a maioria têm um compromisso institutional e, nalguns casos, legal para com a educação do público.

“Mas como estas instituições tendem a ser vistas como atrações para entretenimento e lazer, tem sido pouco claro até que ponto as iniciativas educativas dos jardins zoológicos têm sido eficazes. Como não havia uma avaliação global do seu impacto, era impossível avaliar a sua importância na escala educativa. Isso muda agora.

Este estudo encontrou um aumento no número de participantes que demonstraram indícios positivos de compreensão da biodiversidade pré-visita (69,8%) e pós-visita (75,1%). Os investigadores também encontraram um aumento no número de participantes que conseguiram identificar algo que podiam fazer para proteger a biodiversidade, de 50,5% pré-visita a 58,8% após a visita.

“Pela primeira vez, há provas fortes de que muitas pessoas saiem dos jardins zoológicos não só mais conscientes da biodiversidade e da conservação, mas também com melhor compreensão”, alega Dr Jensen.

“O desafio agora para jardins zoológicos e aquários é como utilizar estas conclusões para melhorar diretamente a conservação da biodiversidade, porque é importante recordar-nos que um aumento de conhecimento não implica necessariamente uma mudança nos comportamentos das pessoas.”

“O próximo passo igualmente importante deve ser o de construir sobre este conhecimento para promover comportamentos pró-conservação e mudanças sociais e políticas.”

Dr Markus Gusset, o Diretor de Conservação da WAZA, concluiu que “As Nações Unidas têm a meta de que até 2020 o mais tardar, todos devem conhecer os valores da biodiversidade, e os passos que podem tomar para a conservar e utilizar [a biodiversidade] de forma sustentável.”

“As nossas conclusões realçam o papel extremamente importante que os jardins zoológicos e acquários têm que assumir se vamos atingir esta meta e se vamos eventualmente reverter a perca de biodiversidade no planeta.”

Notas aos Editores:

O estudo, ‘Avaliando a Contribuição dos Jardins Zoológicos e Aquários para a Meta de Biodiversidade Aichi 1’ (‘Evaluating the Contribution of Zoos and Aquariums to Aichi Biodiversity Target 1’) foi publicado no sábado, 14 de Março 2015, na revista Conservation Biology.

O Dr Jensen está disponível para entrevistas Skype (eric.jensen7) previamente combinadas através do seu e-mail: e.jensen@warwick.ac.uk.

O Dr Jensen está de momento no Brasil para ser o orador principal no Congresso Brasileiro de Jardins Zoológicos, onde irá falar das conclusões deste estudo.

Escrito por Lee Page, Gestor de Comunicações, Gabinete de Imprensa e Políticas , Universidade de Warwick. Tel: +44 (0)2476 574 255, Mob: +44 (0)7920 531 221. Email: l.page@warwick.ac.uk.



This is a Portuguese translation of:

Study reveals value of zoos and aquariums in boosting biodiversity understanding

Lee Page, Communications Manager, Tel: +44 (0)2476 574 255, Mob: +44 (0)7920 531 221.

Email: l.page@warwick.ac.uk.